Carregando...
BrasilCriptofacilCriptomoedasDD CorporationDreams DiggerinvestidoresManchete

CEO da DD Corporation afirma que não fugirá e reclama de ameaças sofridas

CEO da DD Corporation afirma que não fugirá e reclama de ameaças sofridas

Leonardo Araújo, CEO da DD Corporation, fez uma transmissão ao vivo em seu Instagram na última terça-feira, 11 de fevereiro. Araújo fala que “se expressou mal” ao dizer que a empresa não possui caixa atualmente para pagar todos os seus investidores.

Na transmissão Araújo afirma ainda que está nervoso, pois recebeu diversas ameaças.

Outra suposta fraude cometida contra a DD

Araújo afirma que, por conta dos problemas enfrentados pela DD Corporation, não está bem de saúde. Durante a transmissão, ele diz que seus pais supostamente receberam mensagens no WhatsApp contendo ameaças, e responde às afirmações sobre estar tentando fugir.

O CEO da DD Corporation então começa a falar sobre o suposto motivo oculto que o levou a gravar o vídeo anterior, no qual ele diz não possuir caixa suficiente para ressarcir investidores atualmente.

E, mais uma vez, Araújo afirma que terceiros fraudaram a DD Corporation. Dessa vez, o novo desenvolvedor contratado para desenvolver o segundo sistema – após os supostos problemas ocorridos no sistema feito pela Graff Tecnologia – supostamente fraudou a empresa em “alguns aspectos”.

Araújo afirma:

“Ele criou travas para que outras pessoas não pudessem roubar, mas que ele pudesse, e a gente suspendeu. A gente chegou a publicar o layout da plataforma no grupo dos Black Diamonds [nível de multinível da DD Corporation]. […] O que acontece, quando eu vi que ele estavam criando essas mesmas falhas, foi quando eu tomei a decisão de sair do multinível.”

Antes da transmissão, Araújo culpava a Graff pela desistência em trabalhar com multinível, porém, agora a culpa recai sobre um “desenvolvedor terceirizado”. Ele afirma ainda que este mesmo desenvolvedor mudou emails de cadastro “nas exchanges” junto as quais a DD Corporation tem conta, acarretando em supostos problemas de compliance.

Queria contar, mas não queria chatear a “família”

É feito ainda referência a um suposto áudio de outubro, no qual Araújo afirma que teve que pegar Bitcoins emprestados para processar saques. O CEO da DD Corporation disse que iria contar toda a verdade em uma reunião com líderes em Cancún, que ele afirma ter a participação de 600 pessoas, contudo:

“Quando eu vi aquelas pessoas, a felicidade na cara dos líderes se divertindo, indo ver golfinho, passeando de jet-ski e tudo mais… Eu acredito que quem não tem filho não vai me entender, eu também não tenho filho, mas não filho que saiu do ventre da minha esposa, considero vocês todos a minha família.”

A sensação de Araújo durante o encontro, segundo ele, foi:

“Não, tá tudo bem, filho. Papai tá aqui por você, isso aqui vai passar.”

Mais uma vez, Araújo afirma que o verdadeiro problema que não permitiu os saques foram as questões de compliance junto às exchanges, e não o problema com a Graff que ele vinha alegando nos últimos dois meses como a verdadeira causa.

Até o nome de Jesus é utilizado por Araújo, ao fazer a clássica comparação:

“Se até mesmo Jesus foi crucificado, apedrejado e morto antes de ser amado, quem sou eu para querer algo diferente?”

Ele conclui dando um recado aos investidores:

“Vocês são minhas joias preciosas.”

Contudo, para os investidores, a situação segue da mesma forma. A previsão de recebimento é apenas ao fim do contrato e, aqueles que contrataram serviços em dezembro de 2019, receberão apenas em janeiro de 2021.

Leia também: Empiricus pagará R$4,25 mi à CVM por oferta de relatórios; Também oferta sobre criptomoedas