Carregando...
BlockchainBloco0BrasilCriptofacilIncubadoraNotícias

Incubadora brasileira de projetos com blockchain Bloco0 anuncia fim das atividades

A Bloco0 é uma incubadora brasileira de projetos voltados ao setor de blockchain, sem fins lucrativos, cujo objetivo é direcionar ideias germinadas em projetos do mercado de criptoativos brasileiro. Nesta quinta-feira, 28 de novembro, o idealizador da iniciativa Marcos Nascimento anunciou por meio de seu Facebook o encerramento das atividades da incubadora.

De acordo com a publicação de Nascimento, dos mais de 23 projetos inscritos, 16 eram golpes ou envolviam a criação de um token – mais da metade. Buscando entender a percepção de Nascimento ao lidar com tantos projetos nacionais da área de blockchain, o CriptoFácil contatou o idealizador da Bloco0.

Nascimento começa explicando sobre a ideia que impulsionou a criação da incubadora:

“Tinha percebido muitas dificuldades de reunir e compartilhar informações a respeito de blockchain no Brasil. Embora esta tecnologia exista a anos, ainda é pequeno o número de pessoas que tenham conhecimento técnico a respeito, e menor ainda o número de pessoas dispostas a compartilhar seus conhecimentos a quem esteja interessado. Foi a partir deste princípio que nasceu a Bloco0. Eu comecei com um escritório no qual apenas eu trabalho nele, oferecendo meus serviços de freela e consultor. Porém, trabalhar sozinho se torna muito solitário, então adquiri novas estações de trabalho e criei uma sala de reuniões.”

Nascimento então explica como funcionava as operações da Bloco0:

“A Bloco0 não requer nenhum tipo de pagamento e nem participação dos projetos aprovados para o período de incubação. Em troca, os projetos incubados teriam alguns mentores da área dispostos apenas a contribuir com os seus conhecimentos em troca de um Brasil com projetos blockchain melhores.”

Ele relata que recebeu contatos de diversos possíveis investidores curiosos, para os quais a Bloco0 encaminharia a proposta dos projetos após o período de incubação – facilitando o encaminhamento para o mercado. Porém, Nascimento conclui relatando que, na prática, as coisas não foram como o idealizado:

“Infelizmente, dos poucos projetos recebidos (comparado a grandes incubadoras), muitos deles só tinham um objetivo, que é o benefício próprio. Devido a esta situação, achei melhor encerrar a Bloco0. Sei que existe muito potencial para projetos em blockchain no Brasil e no mundo mas, infelizmente, alguns empreendedores pensam que para um projeto blockchain é necessário lançar um token feito em cinco minutos ou um fork de alguma moeda.”

Após encerrar as atividades da Bloco0, Nascimento deu início a um novo projeto, o KFE Software. Trata-se de uma fábrica de softwares que fornece consultoria e desenvolvimentos de soluções em blockchain. Por fim, vale ressaltar que Nascimento não pôde divulgar detalhes sobre os projetos por conta de acordos de não divulgação.

Leia também: Suposta pirâmide financeira FX Trading encerra atividades