“Golpes com criptomoedas são um movimento mundial”, diz diretor da CVM

“Estamos alinhados com o resto do mundo. Esse movimento de golpes ligados a criptoativos é uma onda mundial, não só do Brasil”. A fala é de José Alexandre Cavalcanti Vasco, da Superintendência de Proteção e Orientação aos Investidores (SOI) da Comissão de Valores Mobiliários do Brasil (CVM).

O comentário do funcionário da CVM, publicado pelo Valor Econômico, foi sobre o desafio que as autoridades reguladoras em todo o mundo têm enfrentado com o surgimento de novas tecnologias.

A CVM preside o comitê de políticas de proteção a investidores da Organização Internacional de Valores Mobiliários (IOSCO). O Órgão reúne as comissões de valores mobiliários de diversos países.

Segundo o jornal, a popularização de investimentos mais sofisticados provenientes de novas tecnologias facilitam irregularidades.

Isso tem ampliado o escopo de atuação de golpistas, mais precisamente no mercado de criptomoedas, onde a “forte volatilidade, são especialmente usadas como chamariz de ganhos fáceis para enganar investidores incautos”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.