Blockchain e o efeito Dunning-Kruger. Efeito que?

2018-06-27T13:13:03+00:00 27 junho 2018 - 11:55 am |Categorias: Blockchain|0 Comentários

Sócrates nós disse faz tempo: ”Eu sei que nada sei”.

Fernando Urich recentemente publicou um gráfico o qual reconhecia sua “ignorância” sobre Criptomoedas. E claro que isto não é um sinónimo de ignorância, muito pelo contrário. Esta afirmação é o reflexo do efeito Dunning-Kruger. Reconhecer sua ignorância é nobreza!

(Ulrich, Fernando. 2018)

O efeito “Dunning-Kruger” é o fenómeno pelo qual indivíduos que possuem pouco conhecimento sobre um assunto acreditam saber mais que outros melhor preparados, fazendo com que tomem decisões erradas e cheguem a resultados indevidos. É a incompetência que os restringe da habilidade de reconhecer os próprios erros. Estas pessoas sofrem de superioridade ilusória.

Em contrapartida, a competência real pode enfraquecer a autoconfiança e algumas pessoas muito capacitadas podem sofrer de inferioridade ilusória, achando que não são tão capacitados assim e subestimando as próprias habilidades, chegando a acreditar que outros indivíduos menos capazes são tão ou mais capazes do que eles. A esse outro fenômeno dá-se o nome de “síndrome do impostor”.”

Os fenômenos foram comprovado em diversas pesquisas por Dunning e Kruger e parece estar visível a olhos nú, atualmente em várias áreas, não somente em blockchain. A todo momento surgem especialistas de diversas áreas. É muita gente querendo ensinar e poucos querendo aprender de verdade. Um bom professor tem que ter vontade de aprender antes de tudo. Ensinar é o fim do ciclo do serviço educacional.”

Realizando algumas palestras, ao fim, como sempre, várias pessoas vem conversar com os palestrantes. É impressionante o número de pessoas com conhecimento muito maior que o apresentado no evento. Pessoas que realmente deveríamos estar escutando e não os desmotivando e os isolando dos debates, ou pior, os colocando de castigo para sofrer com fracas apresentações de uma elite “intelectual” baseadas em “crachás” e cheias de inverdades.

O blockchain é uma tecnologia nova como diversas outras que emergem. Existem pouquíssimos especialistas no mundo e, mesmo o conhecimento destes especialistas corre o risco de estar desatualizado em seis meses. A todo momento há novidades, a todo momento há algo a se aperfeiçoar e aprender (APRENDER, não ensinar).

É triste transformarmos essa tecnologia em mercado de eventos. As criptomoedas e a tecnologia blockchain crescerão com menos palcos e mais debates, grupos de estudos e canais com troca de conhecimento coletivos de verdade!

É hora de trabalharmos a tecnologia e não massagear o ego!

Deixe um Comentário